Loading...

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Recomeços...


Estamos  nesse mundo para sermos felizes e fazermos outras pessoas felizes.
Tudo que é contrario a isso, traz tristeza, mágoa, dor e ai vivemos a infelicidade.
Agradeço tudo que vivi,acrescentou muito ao meu mundo, inovou, me fez vibrar, sonhar, querer amar novamente, foi lindo e intenso.
 
Mas chegou um momento em que tudo ficou muito amargo, as idas e vindas angustiantes, a dor da ausência, se transformando em simplesmente, ausência. 
Sem dor, só uma falta , uma sensação de frio que ficou quando a porta se fechou...
Agora a janela aberta traz a luz e o calor do sol, aquecendo e dissipando o frio, destrancando a porta, convidando para uma nova vida.
O amor nunca se extingue ele se transforma, ressurge quando menos esperamos, e assim tudo se renova e a vida volta a te dar mais uma chance de felicidade.
Recomeçar é deixar o passado, é viver o presente, é viver!!!

domingo, 16 de setembro de 2012

Qual lobo vence???



Conta uma antiga lenda que, certa noite, um velho índio falou ao seu neto sobre o combate que acontece dentro das pessoas.

Ele disse: – “Há uma batalha entre dois lobos que vivem dentro de todos nós. Um é Mau: É raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho falso, superioridade e ego. O outro é Bom: É alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.”

O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô: – “Qual lobo vence?”

Então, o velho índio respondeu: – “Aquele que você alimenta.”

Uma luta interminável...passamos nossa existência tentando alimentar o lobo bom, resistindo aos instintos do lobo mal...

sábado, 8 de setembro de 2012

Velocidade da luz


Muitas vezes, muitas mesmo  tudo nos parece tão difícil, tão complicado, quase impossível de atingir.
Mas o quase sempre está ai para impulsionar os corajosos. 
Nada é tão difícil ou tão complicado para quem tem coragem de se arriscar, de amar com intensidade e errar e acertar e continuar acreditando. 
Pessoas corajosas, caminham na velocidade da luz.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012


NEM TUDO É FÁCIL

É difícil fazer alguém feliz,
assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo,
assim como é fácil não dizer nada.
É difícil ser fiel,
assim como é fácil se aventurar.
É difícil valorizar um amor,
assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer por hoje,
assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil abrir os olhos e enxergar o que de bom a vida te deu,
assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz,
assim como é fácil achar que sempre falta algo.

É difícil fazer alguém sorrir,
assim como é fácil fazer chorar.
É difícil se pôr no lugar de alguém,
assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
É difícil ver o trem partindo,
assim como é fácil pedir para ficar quem quer te levar.
Se você errou, peça desculpas!
É difícil pedir perdão?
Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o!
É difícil perdoar?
Mas quem disse que é fácil se arrepender?

Se você sente algo, diga!
É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil
encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça!
É difícil ouvir certas coisas?
Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o!
É difícil se entregar?
Mas quem disse que é fácil ser feliz?

Nem tudo é fácil na vida,
mas com certeza nada é impossível!
Precisamos acreditar, ter fé
e lutar para que não apenas sonhemos,
mas também tornemos
sonhos em realidade!


sexta-feira, 24 de agosto de 2012

POR AMOR



Movido apenas por amor vou em frente
E é sempre, apenas, por amor que eu reduzo
Às vezes certo, as vezes meio confuso
Mas sempre forte, sempre, sempre mais quente
Se existe gente a minha volta eu não vejo
Pois o desejo é como um véu que me cobre
E se a distância me revela ser pobre
Mais rico estou quanto mais perto de um beijo.



A letra dessa musica diz tudo , sou assim mesmo...e mais...


Amo, mesmo, mas sempre amor visto nos olhos do outro.
Amo cada vez mais quando o amor é reciproco, quando a admiração, a química e a amizade se misturam e tudo fica tão simples, tão natural.
Amo a sintonia, a sincronia, a diversidade de opiniões...
Amo ser a unica na vida dele, estar em seus sonhos...
Amo sonhar com ele,ser único na minha vida.
Amo amar assim, a reciprocidade é afrodisíaca, me conquista, reconquista, inebria...



sábado, 4 de agosto de 2012




Como é difícil e doloroso desapegar, deixar as pessoas irem embora sem sentir dor, sem se ressentir.
Mas o desapego também é amor, e criamos os filhos e vamos soltando os laços para eles viverem suas vidas,  isso é um ato supremo de amor.
Sempre fui a favor da liberdade,amar sem controle, acredito que a liberdade une mais que a repressão. Sempre, também, pago um preço alto por ser assim, confundem a minha confiança e lealdade com  tolerância.
Quando sua confiança começa a ser testada e você passa a ser tolerante,  tudo se perde.l
Liberdade é confiança, amor é desapego, deixar viver, dar amor e soltar as amarras.





A saudade deve ser saudável, lembrar e sorrir...
o passado é aprendizado,
o presente é realidade sendo trabalhada para ser lembrada com sorriso...

felicidade é o momento presente.



sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Alma - Arnaldo Antunes com part. especial de Moreno Velloso

AFINAL O QUE IMPORTA MESMO SÃO AS ALMAS...
A fidelidade é uma palavra interessante...
somos fieis a quem amamos, a nossas religiões, as nossas crenças, e no meio de tudo isso será que estamos sendo fiéis a nós mesmos??? Nesse emaranhado de sentimentos quem realmente somos??? Um amor, uma crença, uma convicção...o que nos norteia?
Minha alma caminha para isso ser fiel e  verdadeira para mim mesma.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

...se...




...se...se...eu pudesse deitar ao lado de quem amo, sem realidade, sem esse mundo, libertos das máscaras que usamos para viver...se...se isso fosse possível, mas se esse amor for só meu, se isso for verdade, se esse amor não vê isso, mas não faz mal, só de sonhar com esse momento, com esse devaneio me faz enxergar minha alma, o quanto amo e que envolve tudo a meu redor.
O "se", não me incomoda nem me entristece, me faz ver que é possível amar e expandir esse amor, transmitindo a todos o amor que não se concretiza pelos "ses" da vida.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Tempestades e calmarias



Fazem uns meses que estou vivendo uma fase turbulenta, nos negócios, na vida amorosa e existencial, no começo fiquei meio paralisada, depois apavorada, desanimada, mas foram fases rápidas.  Depois de tanto tempo pensei que tinha aprendido alguma coisa sobre negócios, sobre sentimentos, e sobre mim mesma.
Mas, isso não depende da idade nem do tempo, aprendi que minha vontade das coisas darem certo não é onipotente, por mais que eu queira que tudo de certo, existem pessoas, situações que não conheço inteiramente ou que pensava que conhecia.
Junto com meus erros, existem muito mais coisas que desconhecia, mas sempre em toda minha vida algo prevalece inabalável, minha fé, em Deus, nas pessoas, no universo, por mais que me sinta errada, lesada, magoada, nada disso me tira a crença de que existem pessoas boas,que tudo sempre pode melhorar. Pode parecer filosofia barata de auto ajuda, mas não é que com tudo apesar de tudo, ainda acredito em mim, ainda acredito nas pessoas. As coisas não vão mudar do dia para a noite e nem tudo vai ser perfeito e sem problemas, mas a descoberta de que eu não preciso ser perfeita, de que cometo erros , mas posso corrigi-los, de me olhar sem culpa, isso sim muda tudo, me dá uma estranha felicidade no meio de tanta turbulência. Mas o que seria da natureza sem as chuvas e tempestades, como é maravilhoso sentir o calor do sol depois de dias sombrios, tudo realmente vale a pena e sou grata por tudo isso, pelas tempestades e pelas calmarias.

segunda-feira, 9 de julho de 2012


Por mais que se tenha vivido, amado, se relacionado, nada pode evitar a decepção. Ela vem porque amamos cegamente e colocamos num pedestal como um ídolo, um amor, um amigo, quando vemos a realidade nua e crua nos questionamos se amamos mesmo essa pessoa como ela realmente é, ou se estávamos iludidos com nosso próprio amor. 
Mas a dor disso tudo tem seu contraponto benéfico, você projeta tudo de melhor que ha em voce no outro, isso significa que  existe um mundo maravilhoso, repleto de sentimentos do mais puro amor, esse mundo é voce. Não vamos deixar uma decepção tirar nossa crença no ser humano, no amor,e na lealdade.
Tem pessoas que tem tanto amor que enxergam esse sentimento  em tudo que veem, não julgam, não questionam, mas as vezes se chocam com atitudes e palavras, mas como dizia o mestre, tudo passa, as coisas ruins e as boas também, a vida é uma sucessão de momentos e eles passam".

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Tem gente que preenche as lacunas da alma com sentimentos sombrios...já que temos que preencher vamos colocar sentimentos claros, coloridos, para podermos sorrir cada vez que formos visita-los.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Incerteza...


Dentro de nós, a cada segundo, trava-se uma luta entre o que se deve ou não fazer, falar, que atitude tomar, são tantos questionamentos, tantas duvidas, incertezas .Basta uma resolução nossa para mudar tudo a nossa volta.
Podemos criar oportunidades ou detonar possibilidades, peço sempre clareza e lucidez para poder discernir, mas as vezes a lucidez é aterrorizante. As vezes gostaria de ser uma pessoa conformada com as crenças, com os dogmas, as regras, sem questionar apenas seguir a vida assim simplesmente. 
Mas o que seria da nossa realidade sem questionamentos, como poderíamos melhorar, mudar, nos re-inventar a cada segundo, é pura adrenalina. Pronto essa vontade de seguir o fluxo passou, ser eu mesma, complexa, cheia de duvidas e incertezas prevalece sempre, ainda bem.
É nessa incerteza que sempre tive os melhores momentos de minha vida, nessa incerteza conheci pessoas que mudaram o curso de minha vida, realmente tenho que concordar que a incerteza é o campo de todas as possibilidades.
....não quero  luxo, nem lixo...






terça-feira, 29 de maio de 2012



Se não for hoje, um dia será.
Algumas coisas, por mais impossíveis e malucas que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas pra um dia dar certo.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

"Aniversário"

 Hoje é meu aniversário, nesse exato momento de minha vida teria muitas razões para não comemorar, me sentir mal. mas para meu espanto estou me sentindo bem.
Em um vislumbre surreal, durante o show do Lenine, vi minha vida passar por mim e claramente, cruelmente, meus acertos, meus erros, meus enganos.
Sou movida pelo amor. desde sempre, sofro, erro, acerto, choro, rio, me culpo, ,tudo pelo mesmo sentimento.
Uma conclusão patética, mas esclarecedora, penso que o amor é o sentimento mais importante, mas exagero, sonho demais, imagino demais, mas sou assim.
Quem me ama ...me ama assim. completamente apaixonada por tudo, errando  e acertando, caindo e levantando... sou assim.
Piegas, polemica, questionadora, sou eu ...tendo muito que aprender ainda se tiver tempo ...mas sempre, sempre amando, muito.



sexta-feira, 25 de maio de 2012

Marisa Monte - Depois

   



Linda essa música, mais sentimentaloide impossível, mas fala de separação, tem que ser assim mesmo, escrachadamente dolorida.

Quando uma história chega ao fim nem sempre é assim, as vezes a gente sente alívio, as vezes muita raiva, outras rejeição.

Mas quando sentimos uma dor estranha,e sentimos a falta da pessoa, mas ao mesmo tempo desejamos muito a felicidade dela, dizem os mestres que isso é realmente amor.

Remexendo em meus cadernos, achei esse devaneio ...

Pensando em você...
me pergunto o que ainda me liga a você?
Palavras com verdades cruéis,
Devaneios derretendo como gelo...
Gelo em seu olhar.
Me pergunto o que ainda me liga a você?
Beijos quentes,
palavras que incendeiam, corpos que se encaixam perfeitamente...
Gostos e odores, perfumes que ficam impregnados na pele.
Me pergunto ainda...o que me liga a você?

domingo, 13 de maio de 2012



por Maria Rita Schilke Korzan


Quando você pensava que eu não estava olhando





Quando você pensava que eu não estava olhando
Você pendurado minha primeira pintura na geladeira
E eu queria pintar outro.

Quando você pensava que eu não estava olhando
Você alimentou um gato de rua
E eu pensei que era bom ser gentil com os animais.

Quando você pensava que eu não estava olhando
Você cozido um bolo de aniversário só para mim
E eu sabia que pequenas coisas eram coisas especiais.

Quando você pensava que eu não estava olhando
Você disse uma oração
E eu acreditava que havia um Deus que eu podia sempre conversar.

Quando você pensava que eu não estava olhando
Você me beijou, me deu boa-noite
E eu me senti amada.

Quando você pensava que eu não estava olhando
eu vi lágrimas nos seus olhos
E eu aprendi que às vezes as coisas podem ferir
Mas que está  certo  chorar.

Quando você pensava que eu não estava olhando
Você sorriu
E isso me fez querer sorrir  muito também.

Quando você pensava que eu não estava olhando
Você se importou
E eu queria ser tudo o que eu poderia ser.

Quando você pensava que eu não estava olhando,
eu olhei. . .
E queria dizer obrigado
Por todas essas coisas que você fez
Quando você pensava que eu não estava olhando.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Ser Mãe...

Ser mãe é difícil, minha mãe é difícil, eu sou difícil...mas o amor supera tudo isso,.
É um amor que Deus agregou  na célula, um amor que quando não é aceito ou correspondido,ou quando se torna ausente, quando vai embora, dói tanto que parece que levaram parte de nossa alma.
É um amor lindo, inigualável, inexplicável , um amor abnegado, que só quer ver a felicidade nos olhinhos de quem nunca cresce , os filhos são eternamente nossos filhinhos. Estamos sempre preocupadas se estão com fome, ou frio, se estão alegres, se estão dormindo direito, se estão sendo bem tratados...é um amor diícil...de se esquecer, de se separar, um amor divino.

Hoje, tudo que me caia nas mãos para ler era o mesmo tema, ai encontrei no meu e-mail esse trecho do livro do Paulo Coelho, perfeito para hoje, para cada segundo ...



O instante mágico


by PAULO COELHO on JANUARY 7, 2010


Paulo Coelho


É preciso correr riscos. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.


Todos os dias Deus nos dá – junto com o sol – um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não percebemos este momento, que ele não existe, que hoje é igual à ontem – e será igual à amanhã.


Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico.


Ele pode estar escondido na hora em que enfiamos a chave na porta pela manhã, no instante de silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Este momento existe – um momento em que toda a força das estrelas passa por nós, e nos permite fazer milagres.


A felicidade às vezes é uma bênção – mas geralmente é uma conquista.


O instante mágico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca de nossos sonhos.


Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões – mas tudo é passageiro, e não deixa marcas. E, no futuro, podemos olhar para trás com orgulho e fé.


Pobre de quem teve medo de correr os riscos. Porque este talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofra como aqueles que têm um sonho a seguir. Mas quando olhar para trás – porque sempre olhamos para trás – vai escutar seu coração dizendo: “o que fizeste com os milagres que Deus semeou por teus dias? O que fizeste com os talentos que teu Mestre te confiou? Enterraste fundo em uma cova, porque tinhas medo de perdê-los. Então, esta é a tua herança: a certeza de que desperdiçaste tua vida”.


Pobre de quem escuta estas palavras. Porque então acreditará em milagres, mas os instantes mágicos da vida já terão passado.



trecho de “Na margem do rio Piedra eu sentei e chorei”


.




6





share3share99

domingo, 6 de maio de 2012

As palavras têm o poder de destruir e curar.
Quando as palavras são verdadeiras e amáveis,
elas podem mudar o nosso mundo

Ninguém pode nos fazer mal....só se dermos permissão!
Existem pessoas que são iguais aos "vampiros " dos filmes.
Eles se fazem de bonzinhos, pedem permissão para entrar na sua vida, na sua casa, e ai tentam tirar toda sua energia, e te aprisionar em relacionamentos doentes que só te fazem mal.
Mas sempre tem alguém por perto para nos ajudar a ver quem realmente são, e ai temos a oportunidade, mesmo que sofrida de tirar-los de nossas vidas.
Nâo deixe ninguém tirar o que voce tem de mais precioso, a sua identidade.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

‘Eu te amo a meu modo’

Uma das frases que estamos acostumados a ouvir é: ‘Eu amo a meu modo’.
É claro que isso é dito em conseqüência das queixas e insatisfações do companheiro, que se sente insatisfeito em suas pretensões de carinho e atenção. Será mesmo que existem vários modos de amar? Ou será que a hipótese é usada, de má-fé, para encobrir a falta da capacidade de amar?

Há pessoas que gostam – e necessitam – de relações afetivas próximas e intensas, ao passo que outras preferem relações mais frouxas. Quando duas pessoas com expectativas amorosas diferentes se unem, é claro que aquela que espera um relacionamento mais intenso fica insatisfeita, mesmo quando o parceiro se dedica a ela da forma mais leal e honesta. Acho que talvez seja mais adequado pensar em diferentes graus de intensidade amorosa em vez de pensar em diferentes formas de amar.

Sim, porque esta última forma de raciocinar abre as portas para muitos tipos de comportamento claramente egoístas, em que se podem usar palavras de natureza amorosa sem que elas venham acompanhadas de comportamentos compatíveis. Dizer ‘eu te amo’ não custa nenhum tipo de esforço ou sacrifício. Se expressões desse tipo não vêm acompanhadas de atitudes próprias desta emoção, elas são pura demagogia.

Funciona mais ou menos assim: o demagogo diz que ama a seu modo e que isto não significa ter atitudes de dedicação e agrado em relação ao seu par. Por outro lado, ele espera do parceiro a renúncia e a generosidade próprias do modo de amar do outro. O processo envolve, pois, dois pesos e duas medidas, uma vez que as pessoas que amam a seu modo nunca se relacionam intimamente com outras pessoas que amam do mesmo modo que elas, preferindo pessoas que amam de um modo mais convencional.

Temos todas as razões do mundo para desconfiar das palavras, especialmente daquelas que não vêm acompanhadas de atitudes coerentes com elas. Acho melhor encontrarmos uma só forma de descrever o amor e definitivamente só considerarmos como capazes de amar aqueles que se comportam de acordo com o descrito. Ou seja, penso que a melhor forma de conceituar o amor seja considerar que aquele que ama se sente muito bem em agradar e paparicar a pessoa amada.

Uns farão sacrifícios maiores para isso do que outros, mas todos aqueles que amam de verdade sentem-se felizes interiormente quando são capazes de proporcionar alegria e felicidade ao amado. Amar é, então, gostar de agradar a pessoa amada, ficar feliz com sua felicidade, querer ver a pessoa prosperar. É fazer todo o possível para que estas coisas se realizem.

Agradar a pessoa amada significa fazer as coisas que a deixam satisfeita e, principalmente, que a fazem sentir-se amada. E o que agrada a outra pessoa não é obrigatoriamente o que nós achamos que vai agradar. É importante observar quem se ama, conhecer seus gostos e vontades. Não tem cabimento um homem dar uma jóia de presente a uma mulher que não gosta de jóias! Às vezes vale mais uma flor do que um anel de brilhantes.

Quando não existe esse tipo de troca num relacionamento, penso que não deveríamos usar a palavra amor para descrever o elo que une duas pessoas. Não é raro que um dos indivíduos seja do tipo que sempre gosta de paparicar o parceiro, ao passo que o outro é displicente, só gosta de receber agrados, ‘ama a seu modo’. Nesse caso, o que agrada ama, mas não está sendo amado, está sendo explorado. É co-autor de uma história de amor unilateral.

Não posso esconder as reservas que tenho em relação a esses tipos de relacionamento. Eles não fazem parte das verdadeiras histórias de amor, que são sempre trocas ricas e gratificantes para ambos os envolvidos. As verdadeiras histórias de amor acontecem quando duas pessoas amam do mesmo modo, e o sentimento provoca sempre uma enorme vontade de cuidar do amado.

Por Flávio Gikovate
www.flaviogikovate.com.br

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Quando um relacionamento acaba e você vê tudo claramente , ai você escuta "pena que não deu  certo".
Mas deu certo sim, por algum tempo, seja quanto for, voce acrescentou algo na vida do outro e ele na sua.
Voces riram juntos, se olharam intensamente, fizeram amor, e trocaram confidencias.
Por um longo tempo você pensou em viver com ele, cuidar, ser cuidada, mas as coisas acontecem, e as vezes seus sonhos não se realizam Mas tudo tem uma razão e um propósito, e muitas vezes ficamos insistindo, e mentindo para nós mesmos.
Ver tudo  ir embora, se desfazer como papel molhado não é fácil, mas com certeza deu certo sim, por todo esse tempo que você esteve presente, deu certo, é só o tempo disso tudo que acabou. 
Agora é a hora da renovação, da reciclagem, sem raiva, sem vestígios de vingança, esses são sentimentos que nos adoecem, nos envenenam, e nos matam um pouquinho todo dia.
Vamos projetar mais amor, mais sucesso, mais espiritualidade em nossa vida, esses sim são projetos que alcançarão muito sucesso!!!


domingo, 22 de abril de 2012

O que mais escuto de minhas filhas, é ...mãe você acredita em todo mundo, as pessoas mentem o tempo todo..." e eu respondo sempre   "... ainda escolho acreditar nas pessoas". 
A gente quebra a cara aqui, depois ali, mas ainda assim sei que vou conhecer pessoas verdadeiras para si mesmas.
Aquela velha frase, daquela linda música, daquele cara que foi o cara, é a mais pura verdade ,,  "... que mentir pra si mesmo é a pior mentira..." 
Essa música diz muito do que penso...
Então vou parar de ser redundante e ouvir o Renato.



sábado, 21 de abril de 2012

Foram palavras conhecidas, mas foi de novo "á queima roupa", mas dessa vez eu estava  protegida com colete a prova de palavras vazias, de conceitos e preconceitos, um colete que deixa a gente assim, no tanto faz.
 Você estava aqui, que bom, ah...você está indo embora, ah... tudo bem vai...tanto faz.
 Mas isso é muito pouco e não quero mais uma vida de tanto faz, de qualquer sabor, sem tempero, tão previsível.
Quero escolher o sabor, temperar com o inusitado e sempre ser surpreendida com coisas boas, com pequenos mimos e palavras suaves.
Podem dizer, a vida não é assim, e eu sei muito bem, mas agora quero assim, o resto é pouco.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Perguntas...
Por que ficar preso a um relacionamento de idas e vindas, que não acaba nunca?
Por que ficar tentando entender e achar desculpas e pretextos para aceitar essa situação?
Será receio de ficar sem sentimento algum?
Será problema de auto estima?
Será imaginação ou delírio o amor que senti em minha direção?
Só justificativas, subterfúgios da alma tão cansada de sempre amar e só amar só.
Mais um ano se passou a desculpa a mesma de anos atrás, mas de alguma maneira, como um veneno insípido, atos, palavras e atitudes foram matando o sentimento, a admiração e a confiança. 
Tanta coisa morta dá no final uma sensação de tanto faz, de situações previsíveis , de palavras vagas perdidas em tantas convicções e certezas. A palavra convicção sempre me soou pesada, talvez por esse meu espírito ligado ao ar, ao vento, ela me parece uma pedra amarrada impedindo de voar.
Disso tudo somente uma certeza, a de deixar de querer entender o outro, de olhar mais e mais para descobrir mais coisas a meu respeito, pois me parece que  isso sim não tem fim.
Respostas... não tenho, somente sentimentos a meu respeito e nesse exato momento o final de tudo, sinto um alívio por não ter que me decepcionar mais, toda a admiração foi embora junto com suas palavras.





Repassando selinho

Minha amiga Ana Martins http://pequenasepifaniaseoutrosdevaneios.blogspot.com.br/é sempre muito carinhosa comigo e me repassou esse selinho lindo! (apenas repasse para seus blogs favorito

Pensando Mal

The sweetest thougt



Ganhei esse selinho da Baa do blog

http://achoqueissoeamor.blogspot.com/

Ameiiiii



- Regras -

* Repassar para 5 blogs
* Responder as minhas perguntas;
* E não esquecer de linkar quem te passou.
Perguntas da Baa

Você sente-se satisfeita(o) com a visão do seu blog?

Sim, gostaria de poder escrever mais, mas chego lá


De que forma você acha que seu blog pode ser uma ferramenta?
Escrevo para me encontrar dentro desse caos que sou, e de alguma maneira algumas pessoas se identificam com essa pessoa caótica, se meus devaneios podem ajudar, então é maravilhoso


O que você pensa antes de criar uma postagem? Ou simplesmente quando você vê ela já foi feita?

Acontece, as vezes feliz, as vezes triste, as vezes tranquila, surgem assim.


Se você fosse entrevistar um blogueiro(a) do mês, agora em abril quem seria?
A  Ana Martins, do blog Pequenas Epifanias minha amiga e uma blogueira que me inspira.
http://pequenasepifaniaseoutrosdevaneios.blogspot.com.br/


E os 5 blogs que escolhi dentre tantos maravilhosos são:


http://pequenasepifaniaseoutrosdevaneios.blogspot.com.br/


http://pensandomaleudisse.blogspot.com.br/


http://maneirasimples.wordpress.com/


/http://casadamanhejoana.blogspot.com.br/



Minhas perguntas

Qual a sua intenção quando criou seu blog?
O que mais te inspira, a alegria, a tristeza,a solidão?O que mais te dá prazer no blog,?
Que blogueiro voce gostaria de entrevistar ?

quinta-feira, 19 de abril de 2012



Logo depois do lançamento de “O Alquimista”, eu precisei passar um tempo fora do Brasil. Mas como o livro tinha acabado de sair, e meu editor na época não se mostrava muito entusiasmado, eu vivia preocupado com o que estava acontecendo em minha terra.
Um belo dia, em uma ermida nos Pirineus, encontrei um texto gravado em uma parede. Tive certeza que aquela mensagem tinha sido feita para mim, copiei-a em meu caderno de viagem e passei a repetir aquelas frases todas as manhãs. Pouco a pouco, a paz de espírito foi retornando, e eu pude finalmente desfrutar a viagem.
Eis o que estava escrito na pequena capela:
“Se você realmente fosse criança, uma verdadeira criança, ao invés de preocupar-se com o que não pode fazer, contemplaria a Criação em silêncio, e se habituaria a olhar calmamente o mundo, a natureza, a história, o céu”.
“Se você realmente fosse criança, estaria neste momento cantando aleluia para as coisas que estão na sua frente. Então – livre das tensões, dos medos, e das perguntas inúteis – aproveitaria este tempo para esperar, curioso e paciente, pelo resultado das coisas onde tanto investiu seu amor” (Carlos Caretto, ermitão italiano)

.Post do blog do Paulo Coelho http://g1.globo.com/platb/paulocoelho/page/2/

sábado, 14 de abril de 2012

Ando tão sem saber de nada, que já nem sei se isso é ruim.
 Sócrates, o filósofo, diz "sobre o meu saber, nada sei..."
Então admito que nada sei, o que pensei ser realmente não é, 
o que pensei ver, vi com olhos nublados e não vi o que era real.
O que pensei ouvir, eram sons misturados e não ouvi direito.
É tempo de aquietar, tempo de ficar parado em si mesmo,
é o tempo de ver dentro de si mesmo, de ouvir seus sons,
Tempo, de parar, de desacelerar, de não suposições.

domingo, 25 de março de 2012

Ser mãe, ser equilibrada, ser justa, ser bondosa, ser criteriosa, ser legal, ser amiga, ser amante, ser filha, ser irmã, ser vitoriosa, ser disposta, ser empreendedora, ser ser, ser, ser...tantas coisas, aonde sou nesse emaranhado que esperam que sejamos, aonde está você nisso tudo...encontrar -se em algumas coisas, e ver claramente que não é nada do que esperam de você, talvez isso seja ser.
Somos todos antagônicos, realmente isso é uma afirmação verdadeira dentro de tantas incertezas e verdades pessoais. Um mar de sentimentos e reações contraditórias, de atitudes ambíguas,...entender que somos tudo isso, que fazemos parte de um todo e fica tudo misturado, aceitar isso, lidar com isso, e sairmos relativamente bem desse caos,com alguns ferimentos,claro,  isso sim é uma  luta,e uma vitória diária.


"Pequenas Epifanias": ‎"Homens ofendem por medo ou por ódio."Nicolau Ma...

"Pequenas Epifanias":
‎"Homens ofendem por medo ou por ódio."Nicolau Ma...
: ‎"Homens ofendem por medo ou por ódio ." Nicolau Maquiavel

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012



OS QUATRO GIGANTES DA ALMA

Dizem que há na alma dos seres humanos quatro gigantes que acompanham sua evolução. Três destes colocam obstáculos, e apenas um abre as portas e ilumina o caminho.

Os três gigantes criadores de problemas chamam-se: MEDO, IRA, DEVER .

MEDO é um gigante enraizado profundamente, que se alimenta da necessidade de preservar a vida ante o perigo, mas, quando se alia com a imaginação e cria neuroses são capazes de paralisar completamente a vida de uma pessoa. (saiba dominar)

IRA é um gigante destrutivo, que se alimenta da reação normal de uma pessoa ante o MEDO, mas por ser normalmente abafado e recalcado acaba criando o ódio, que é uma raiva em conserva, podendo consumir uma pessoa por dentro até matá-la. (saiba canalizar)

DEVER é um gigante que entulha o caminho das pessoas com muitas obrigações, podendo esmagá-los com uma avalanche de "TEM QUE", produzindo tédio e imobilidade, ou indo diametralmente para o fazer externo somente à outrem. (saiba ponderar)

Quem pode abrir todas as portas é o gigante "AMOR", mas raramente alguém o utiliza, porque amor não é algo que acontece do dia para a noite, mas uma dimensão que resulta do esforço para abrir o coração e entregar ao mundo o que haja de melhor na alma de quem assim se atreva a viver. (saiba se elevar)

Desejo que a cada amanhecer você tenha sempre o atrevimento não apenas de viver mais um dia, e sim de viver feliz o seu dia, fazendo dele um dia cheio de dignidade, como somente as pessoas especiais sabem fazer... . (saiba discernir)

domingo, 26 de fevereiro de 2012

O pensamento tem poder infinito



Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória.
Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.
Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida - ao optar pelas atitudes construtivas - você cresce como ser humano e filho dileto de DEUS.
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trbalhar na direção de suas metas.
Seja incansavelmente otimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher com sabedoria viver sua vida com otimismo, seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir.

 Pablo Neruda



Certo ou errado

O que nos afeta tanto quando nos acusam??? Uma culpa talvez verdadeira,  talvez uma criação , uma ilusão do que seria certo ou errado.
Certo ou errado!!! O que é isso em sentimentos??? Muitas interrogações, mas para mim o desamor é sempre errado, o perdão sincero é sempre certo.
A hipocrisia de uma sociedade materialista preocupada com sobrenomes importantes, com luxo excessivo, com aparências, isso para mim é errado.
Religiões que separam ao invés de unir, crenças que segregam, isso para mim é errado.
Amores baseados em formalidades absurdas, em planejamentos ilusórios, em esquemas concebidos , em estatísticas e experiências alheias, para mim é errado.
Amar meus filhos acima de tudo, lutar com eles sempre, isso para mim é certo, joga-los ao vento independente da idade, para mim isso com certeza é errado.
Mas aprendi a não me situar dentro de conceitos alheios, aprendi que o essencial é ter caráter e ver as pessoas igualmente como me vejo.
Aprendi que minhas experiências são minhas, e que mesmo que eu tenha aprendido com elas, não posso impo-las a ninguém, são minhas, o aprendizado é meu, se minha postura depois disso servir para ajudar alguém, maravilha, senão devo guarda-las.
Aprender é um dever diário, pelo menos para mim, posso viver até os oitenta, ou não, mas sempre aprendendo e exercitando  o olhar sobre mim mesma.

Um olhar sobre mim mesma, escrevo para me desvendar...


Na vida, em família, com amigos, em relacionamentos amorosos, e aonde deixamos de ser tão anônimos, no facebook...o que tanto incomoda nos outros, tantas criticas, opiniões do que é certo, errado, tantas vivencias...o que criticamos nos outros que é tão latente em nós mesmos.
 O essencial depois de tantas experiencias, é simplesmente olhar para si mesmo. Lógico existem coisas e pessoas que não gostamos, mas é só não conviver, e principalmente não se ofender. Na ofensa está a causa de nossa insatisfação , da não aceitação de nós mesmos, com todos nossos defeitos e poucas qualidades.
 Estamos em um mundo que com certeza somos alunos e como tal devemos nos esforçar para aprendermos as lições, e não espernearmos igual a uma criança mimada diante de adversidades e contrariedades.
Uma semana iluminada a todos nós.

domingo, 12 de fevereiro de 2012



10 seg leitura: chegar a Deus pela comida
by Paulo Coelho

Discípulo e mestre iam pelo campo certa manhã, e o discípulo pedia uma dieta necessária para a purificação.
Por mais que o mestre insistisse que todo alimento é sagrado, o discípulo não queria acreditar.
“Deve existir uma comida que nos aproxima de Deus”, insistia.
“Bem, talvez você tenha razão. Aqueles cogumelos ali, por exemplo.” disse o mestre.
O discípulo animou-se, pensando que os cogumelos lhe trariam purificação e êxtase.
Mas deu um grito ao chegar perto:
“São venenosos! Se eu comer algum deles, morro na hora!”
“Exceto esta maneira rápida de se aproximar de Deus através da alimentação, não conheço mais nenhuma”, respondeu o mestre.




Os dogmas, os rituais, as regras são criadas por nós.
Deus só quer que pratiquemos o amor em todas as circunstancias, o resto são coisas que criamos para justificarmos a nossa ineficiencia em praticar o amor.
Bom, esse é um pensamento meu, Jane Izar, não do Paulo Coellho.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Zeca Baleiro - Fundamentalistas

  Todo fundamentalismo é perigoso, seja quando se trata de religião, política, economia, nacionalismo ou até em temas "prosaicos" como futebol e música.


Não creio em Deus. Pelo menos não da mesma forma que um cristão ou um muçulmano. Tenho apreço pelos ritos católicos e curiosidade por vidas de santos, isso por ser um amor aprendido na infância – e amores da infância são (quase) eternos. O “Deus” que me interessa é um Deus mais “filosófico” (ou mesmo “teológico”) que um Deus santíssimo. Aí está a grande questão. A filosofia é, grosso modo, a possibilidade de relativizar as coisas, e para as religiões não há relativização possível. Ou é céu ou inferno, ou pecado ou virtude, ou Deus ou diabo, bem ou mal.

Seja como for, religião é um assunto que me interessa. E que ultimamente me preocupa.
Porque noto que as religiões estão todas se tornando um tanto fundamentalistas (e não só o islamismo, como já é sabido). Todo fundamentalismo é perigoso, seja quando se trata de religião, política, economia, nacionalismo ou até em temas “prosaicos” como futebol e música (conheço alguns “fundamentalistas de mesa de bar”, aqueles sujeitos de opinião irredutível que têm a convicção dos crentes e a falta de humor dos fanáticos).

Os fundamentalistas querem a volta à barbárie, querem subtrair da humanidade todas as suas conquistas, quando o único futuro possível do mundo – se é que há um – parece ser o culto à civilidade, a busca da democracia (mesmo que esta seja uma busca utópica) e o respeito e a tolerância às escolhas dos outros. Um mundo próximo do ideal seria um mundo onde todos pudessem vivenciar seus credos e convicções sem o barulho insano e cego das urbas, sem a sanha fundamentalista dos grupos e doutrinas. Mas isso parece cada vez mais longe.

Entre os anos 60 e 70, muitos americanos se converteram ao islamismo, entre eles personalidades pop como o lutador Classius Clay e o cantor Cat Stevens. Isso ajudou bastante a difundir a doutrina islâmica mundo afora. Era charmoso, com uma certa tinta contracultural até. Naquela altura, ninguém imaginaria que a religião islâmica seria a máquina de morte em que se transformou hoje. Hoje também evangélicos às pencas, dispostos a carregar mais ovelhas para seu rebanho, invadem a internet como pragas no Egito para difundir seu pensamento moral totalitário em comentários nem sempre felizes ao pé de blogs e sites de notícias. E os católicos buscam, com a Renovação Carismática e sob o comando de um papa sem carisma, a volta dos fiéis pela espetacularização da fé através da missa-show e do sermão-palestra motivacional.

A falência das liturgias e o avanço de uma visão fundamentalista do mundo são sintomas do que Nietzsche, não por acaso um filósofo, decretou bem antes de nós, com a certeza de um crente: “Deus está morto.” Com esses questionamentos acerca da fé, me indago: estarei eu sendo um fundamentalista também?

Zeca Baleiro é cantor e compositor
Bom para resumir, a vida é isso ai, uns gostam, outros não, vivem reclamando, mas a realidade é implacável


Falar é prata...calar é ouro.
Nem tudo que pensamos deve ser dito, pois "nossas verdades" são relativas.
Uma vez ditas, palavras podem ser o remédio que salva ou o veneno que mata.
As palavras têm o poder de destruir e curar.
Quando as palavras são verdadeiras e amáveis,
elas podem mudar o nosso mundo.





Por que será que todos nos queremos ter razão??? Sempre querendo provar o quanto somos injustiçados, ou vitimas das situações? Crescer como ser humano é sair de si mesmo e olhar como observador, um olhar isento de julgamentos e conceitos, simplesmente observar. Constatar que nossa verdade é relativa, e somos diferentes. Quando aceitamos as diferenças dificilmente nos ofendemos.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Esse texto foi providencial na noite de hoje




Juntando-se ao caminho espiritual - http://paulocoelhoblog.com/

por PAULO COELHO em 27 DE JANEIRO DE 2012


Muitas emoções movem o coração humano quando ele resolve dedicar-se ao caminho espiritual.
Este pode ser um motivo "nobre" - como fé, amor ao próximo, ou caridade.
Ou pode ser apenas um capricho, o medo da solidão, curiosidade, ou o medo da morte.

Nada disso importa. O verdadeiro caminho espiritual é mais forte do que as razões que nos levaram a ele e aos poucos se impõe, com amor, disciplina, e dignidade.
Chega um momento em que olhamos para trás, lembre-se o início de nossa jornada, e rir de nós mesmos. Conseguimos crescer, embora nossos pés percorressem a estrada por motivos que eram muito fúteis.

Deus costuma usar a solidão para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes usa a raiva para que possamos compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus usa o silêncio para nos ensinar sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço para que possamos compreender o valor do despertar.
Em outros momentos, ele usa a doença para nos mostrar a importância da saúde.
Deus usa o fogo para nos ensinar sobre a água.
Às vezes usa a terra para que possamos compreender o valor do ar. E às vezes usa a morte, quando quer nos mostrar a importância da vida

Lembre-se disto quando, por algum motivo você se sentir incapaz de continuar em seu caminho

domingo, 22 de janeiro de 2012

Perfeita...bem longe disso.
Sou caótica, penso e repenso, na verdade sou uma tempestade. 
Longe demais da perfeição, aprendendo sempre, colocando em prática, escorregando e errando de novo..
Alguns acertos, muitos erros...
Sou assim, um ser humano.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Como me sinto....


Cordel sobre os "brothers", do BBB e seu apresentador


Cordel que deixou Rede Globo e Pedro Bial indignados
Antonio Barreto nasceu nas caatingas do sertão baiano, Santa Bárbara/Bahia-Brasil. Professor, poeta e cordelista. Amante da cultura popular, dos livros, da natureza, da poesia
, graduado em Letras Vernáculas e pós graduado em Psicopedagogia e Literatura Brasileira.
Seu terceiro livro de poemas, Flores de Umburana, foi publicado em dezembro de 2006 pelo Selo Letras da Bahia. Vários trabalhos em jornais, revistas e antologias, tendo publicado aproximadamente 100 folhetos de cordel abordando temas ligados à Educação, problemas sociais, futebol, humor e pesquisa, além de vários títulos ainda inéditos.

Antonio Barreto também compõe músicas na temática regional: toadas, xotes e baiões.




BIG BROTHER BRASIL UM PROGRAMA IMBECIL.
Autor: Antonio Barreto, Cordelista natural de Santa Bárbara-BA, residente em Salvador.


Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão 'fuleiro'
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, 'zé-ninguém'
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme 'armadilha'.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Estes vagabundos da televisão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Da muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério - não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os "heróis" protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
"professor", Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos "belos" na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos "emburrecer"
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não dêem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal.
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal
pensando que este lixo não te faz mal.


FIM

domingo, 15 de janeiro de 2012


Caráter está acima de religião,de raça, da cor da pele, de opção sexual...
se vc quer ser um ser humano melhor isso independe disso tudo!

Temos de assumir riscos. Nós só compreenderemos o milagre da vida totalmente quando permitimos que o inesperado aconteça.
                                        Paulo Coelho

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Tenho todo tempo do mundo!





Tenho todo tempo do mundo...as vezes, me perco no passado, escorrego e volto, as vezes viajo para o futuro, mas a realidade me puxa de volta. Ai me vejo resultante de todos meus erros, de meus acertos, de meus sonhos, e fico feliz, sou assim mesmo presente, sem rótulos, as vezes feliz, as vezes não, vivendo, simplesmente vivendo. Que em 2012 nosso tempo seja PRESENTE.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Para encerrar um assunto... a vida é assim mesmo, mas vamos lá sou fã da vida, corro riscos e vivo!


Começando 2012

As pessoas adoram dar conselhos, todos nós – você, eu e qualquer ser humano vivo – gostamos de dar as nossas opiniões e, assim, influenciamos com maior ou menor força as pessoas ao redor. Num mundo com tantas “vozes” e “falas”, não é de se estranhar que a gente perca contato com a nossa voz interior. O que muitas vezes esquecemos é que ninguém detém a verdade completa e, assim sendo, as opiniões mostram apenas pedaços de um todo. Ai vem a necessidade de se recolher um pouco mais, voltando-se para dentro de si a fim de extrair do seu próprio coração qual é a sua verdade. O que importa, neste momento, não são as verdades gerais, os dogmas, as regras, os manuais. Importa, isso sim, a sua experiência. Viver de acordo com o que você acredita, ainda que isso gere oposição das pessoas ao seu redor. Quando finalmente você se decidir a respeito do seu caminho, atrairá oposição e conselhos dos outros. Filtre tudo!