Loading...

domingo, 28 de agosto de 2011

Não me cure de você...parece que tudo leva a isso...

Para minha irmã Isis, meus amigos, Ana e Aquiles.

Para um final feliz nesse domingo e um  inicio de semana glorioso.






Ausências

O que me seduz.é a  presença , esse massacrante dia a dia, que põe a prova o amor, o companheirismo e desenvolve uma intimidade que é afrodisíaca, pelo menos para mim. Descobrir defeitos, manias, ficar irritada, rir deles, isso é um convívio necessário para qualquer relação.
O que acaba com tudo .é a  ausência, a falta de atitude, a arrogância de pensar que sua falta é o que move uma relação. Pelo menos para mim, a ausência deixa um espaço, desencanta,  é criado um vácuo, um nada, e me pergunto, quem está aqui? Aonde está aquela pessoa que me encantou tanto, que me deixou admirada, por seus atos, seus pensamento, seus defeitos suportáveis por mim. Será que ela realmente existiu? Será que querendo muito amar não enxerguei a realidade? Quem realmente eu amei, um ser real ou um reflexo dos meus sonhos? Ainda tenho esperança de me ser revelado que eu não estava idealizando que aquela pessoa existe ou existiu durante um tempo, porque sei que tudo muda constantemente.
A maior dor para mim é ter que tirar alguém que amo da minha vida, de mim, dos meus pensamentos, sei que posso fazer isso, mas dói muito, então fico adiando, procurando subterfúgios e desculpas. Mas apesar da dor, tem coisas que simplesmente acontecem, e pronto, se há ausência então o sentimento só existe de um lado, então, vamos lá digerir tudo e transformar em aprendizado.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011


NEM TUDO É FÁCIL

É difícil fazer alguém feliz,
assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo,
assim como é fácil não dizer nada.
É difícil ser fiel,
assim como é fácil se aventurar.
É difícil valorizar um amor,
assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer por hoje,
assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil abrir os olhos e enxergar o que de bom a vida te deu,
assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz,
assim como é fácil achar que sempre falta algo.

É difícil fazer alguém sorrir,
assim como é fácil fazer chorar.
É difícil se pôr no lugar de alguém,
assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
É difícil ver o trem partindo,
assim como é fácil pedir para ficar quem quer te levar.
Se você errou, peça desculpas!
É difícil pedir perdão?
Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o!
É difícil perdoar?
Mas quem disse que é fácil se arrepender?

Se você sente algo, diga!
É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil
encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça!
É difícil ouvir certas coisas?
Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o!
É difícil se entregar?
Mas quem disse que é fácil ser feliz?

Nem tudo é fácil na vida,
mas com certeza nada é impossível!
Precisamos acreditar, ter fé
e lutar para que não apenas sonhemos,
mas também tornemos
sonhos em realidade!
(autor anônimo)


Obrigada Ana pelo carinho!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Filosofia de hoje, quase amanhã...


Estou bem, sim
Mas sinto sua falta, sim.
Sentindo saudades...
Das viagens que não fizemos,
Dos amigos que não partilhamos, 
De um mundo que não existiu,
Só em meus devaneios.
Mas, é o que se tem, 
pelo menos para hoje
Mas vou vivendo, assim.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011



Pra que levar a vida tão a sério se ela é uma incansável batalha da qual jamais sairemos vivos ?!?!??!?
Bob Marley

Portanto:

Dance, Beije, Relaxe

Divirta-se
E seja feliz!!!!

Cada sessenta segundos que você passa mal-humorado, angustiado ou mal, é um minuto de alegria que não voltará.

A mensagem hoje é:

A vida é curta, quebre as regras, perdoe rapidamente, beije suavemente, ame de verdade, ria sem controle, e nunca se arrependa de algo que lhe fez sorrir...

Boa semana!

domingo, 21 de agosto de 2011


Selinho.




Ganhei este selinho da Ana Martins  do Blog http://pequenasepifaniaseoutrosdevaneios.blogspot.com/
Obrigada Ana pelo seu carinho

Regras
Escrever cinco coisas que te tiram do tédio:

Meu Neto Pedro
Amigos e família.
Filmes
Blog
Livros


Repasso para:

Caio, pincelando e assim colorindo as mazelas de quem ama e não é amado.



“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa. Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera. Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é? A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.” 
                                                                                             (Caio Fernando Abreu)
Por Anônimo (esse anonimo é fã de carteirinha do Caio, ainda bem.)
(Então eu pego o passado, e transformo em poesia-ou-coisa-assim.)

                                             Caio Fernando Abreu

E acrescento, vou vivendo cada minuto, absorvendo o presente, e desejando em cada segundo  o melhor para mim, , minha família, tão confusa como toda família que se preza, para as pessoas que amo, para meus queridos amigos Ana Martins e Aquiles Marchel.
É incrível, mas com todas as dificuldades, com tudo que aconteceu, vivo um momento especial, aprendendo a me olhar e gostando disso. Também já tinha passado da hora de me entender, parar de querer conhecer o outro a fundo e me dedicar a esse ser tão complexo que sou.
Vivendo e aprendendo.
Um Anonimo me deixou um comentário com um texto do Caio Fernando Abreu, esse trecho em especial diz muito para mim nesse momento...amei.
...Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga.
E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás.
(Então eu pego o passado, e transformo em poesia-ou-coisa-assim.)

                                             Caio Fernando Abreu

sábado, 20 de agosto de 2011

mentiras Adriana calcanhoto


Sempre tentando me entrego nas sábias palavras de Osho, na filosofia maravilhosa de Dalai Lama, e acabo postando um vídeo de paixão passional, sou bem humana, graças a Deus.

"Sempre que houver alternativas tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortavel, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso.
Opte pelo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as consequências."
Osho

Cidadão Quem - Os Segundos

Como é difícil soltar alguém de dentro de si, prendemos quem amamos dentro de nós, e mesmo quando vai embora, fisicamente, ainda o temos, guardadindo, ali dentro. Como sequestradores, o alimentamos, conversamos com ele, e não soltamos. Mas com o tempo tudo vai ficando tão sem sentido, nem sabemos direito quem está lá dentro, quem é aquela pessoa, parece outra que não conhecemos. Amor, que sentido tem essa palavra, o que é realmente esse sentimento quando se refere a relacionamentos amorosos? Mudamos tanto, as vezes temos reações absurdas, e chamamos isso de  amor, tudo é muito estranho, fazemos coisas por amor, odiamos por amor, praguejamos por amor, nos vingamos por amor...isso realmente não é amor. O ego quer resultados favoráveis, quer respostas, quer ter o controle de tudo e de todos, a grande sacada é saber isso, se conhecer e ver quem está dominando seu ser, seu ego, ou sua essência, alma, como cada um quer denomina-la. O ter é do ego, o dar sem expectativa alguma, sem esperar retorno ou barganha é amor.

domingo, 14 de agosto de 2011

Mais um texto do meu amigo Aquiles, amei!


A vida é doce (?!?)

Todo mundo tem um pouco de medo da vida já disse o poeta mas o que isso quer dizer? Fechar os olhos para todas as manhãs, renegar os prazeres que a existência nos trás?
Claro que é muito mais fácil se trancar num quarto vazio e frio e as vezes necessário mas não é fazer da solidão um bom lugar que nos fará crescer.
Estar só é necessário e bom para vermos de forma fria como pode ser miserável o ser humano, mas ao mesmo tempo pode ser uma armadilha, pois a dor é um vício em que podemos nos perder e não é isso que quero pra ninguém, eu já estive nesse inferno e lá eu me sentia muito mais arrogante e inteligente mas também muito mais vazio.Fui profundo,mas fui raso, e me perdi em mazelas sentimentais que não faziam sentido nem para meus grandes amigos e ao me perder tentando achar quem amo eu a perdi de vez.

A vida é enorme e embora dura e escura as vezes ela é gostosa, eu a sinto e hoje sei que não adianta explodir o mundo se você não vai fazer isso sem machucar os que ama.
Quanta bobagem sentimental, hoje estou assim, estou a fim de ouvir as musicas de Roberto Carlos de me afogar na contradição,não estou a fim de jornal e nem de sangue, hoje acho que quis algo a mais...talvez a famosa paz.

Hoje eu acordei cedo e fiz o café, nada como estar de folga.Hoje eu respirei fundo e por um instante acreditei em algo superior, uma força divina,e também entre uma canção e outra não me importei de não ter amor,como se por um instante eu compreendesse o mundo e aprendesse a esperar(coisa que nunca foi meu forte).
Eu não estou de passagem e por enquanto também não penso em deixar grandes marcas no mundo, mas em alguns indivíduos que me cercam sei que ficou algo, assim como deles há vestígios em mim: de cenas, de poemas de risos soltos, lágrimas e consolos.

Há algo estranho no ar...não sinto que é ruim, mas é estranho.O  tempo lá fora está frio e sinto saudade de não ter comigo esta melancolia,mas não chego a estar tão triste; existe um medo em mim que me faz mais forte, medo de deixar de acreditar que as pessoas tem algo a compartilhar, medo de deixar de ser um sonhador cafona, medo de perder a malicia.

Hoje senti o corpo de uma mulher, outra apenas poderia ser, mas entre todas que toquei quais me deixam generalizar?Todas diferentes, deixando seus rastros, suas cismas e mágoas...e eu acolho.
Agora ao lado de uma amiga escrevo...linda
devo dizer e me vou apegado cada vez mais a esses patéticos seres humanos de que faço parte .

Alerta



A adversidade tem o diferencial de nos ensinar lições muito mais intensas e profundas do que os ditos momentos de alegria. Se você apenas reclamar e se fizer de vítima, todavia, não aprenderá absolutamente nada!
 Agimos como crianças mimadas e não confiamos nem nos nossos esforços e nem no poder Divino, e em que tudo no Universo se organiza . Queremos aqui e agora,  e nos sentimos tristes, injustiçados, vitimas de tudo e de todos, o ego muitas vezes se disfarça de amor, de bondade, de passividade, enganando a nós mesmos.
 Devemos prestar muita atenção em nós , quem realmente somos, amamos realmente?  Ou estamos sempre presos nas armadilhas do nosso ego?

sábado, 13 de agosto de 2011

ACORDANDO PARA A VIDA



Acordando para a vida...tantos anos para aprender algumas coisas que são tão simples;
-Que você, eu, e o resto da humanidade somos iguais, ninguém está acima ou abaixo do outro, passei muito tempo me  sentindo tão pequena, e na verdade não sou nem pequena, nem grande, sou eu, ao mesmo tempo unica e igual.
- Que a minha religião é a da igualdade, é enxergar o ser humano sem rótulos e sem preconceitos e trata-lo como eu gosto de ser tratada, acredito em Deus acima de tudo, mas sem os dogmas e sem tantas  regras que tentam enquadrar e segregar, acredito que devemos mostrar o bom, e abolir o mal. O amor e a espiritualidade unem as pessoas, o exagero das convicções acabam separando .
-Que não precisamos sofrer tanto, se considerarmos que o passado não existe mais e que só o momento presente, é que existe, e nesse exato momento estou bem, e o futuro ainda não chegou, mas se estou bem agora o futuro pode ser brilhante.
-Que baseado nesse item anterior, a expectativa arrebenta com a gente, ficar esperando resultados embasados no passado e com projeções no futuro, a espera dos resultados que as vezes não acontecem como queríamos.. O melhor, pelo menos para mim agora, é desejar , ter a intenção , trabalhar e deixa que o universo se encarregue do resto.
Bom, aprendi muito mais, mas esses são aprendizados meus, de tudo que sofri, tirei algumas conclusões,  pode não ser uma verdade absoluta, mas deixa a minha vida mais suave, mais leve, e tirando o lixo dos pensamentos opressivos e negativos, e me livrando de tantas expectativas( isso é o mais difícil) me sobra mais tempo para ser feliz, apreciando cada instante dessa minha existência.
Um lindo final de semana a todos meus seguidores e quem vier me visitar, bjssssssssssss

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Para minha amiga Ana...

"Não entendo, apenas sinto. Tenho medo de um dia entender e deixar de sentir."

                                                Clarice Lispector

 
Hoje busquei inspiração no blog da minha amiga, Ana, http://pequenasepifaniaseoutrosdevaneios.blogspot.com/ ,
e encontrei, a Ana tem uma capacidade de encontrar as frases mais perfeitas, os textos mais adequados, e através de sua sensibilidade, acaba sintonizando com cada um de nós, com nossas angustias, carências, amor e desamor, com nossos medos.  Ela tem o dom de achar a palavra certa para nossa alma, obrigada.
Que seus desejos mais secretos e impossíveis(?) se tornem realidade!

sábado, 6 de agosto de 2011

Divagações concretas

Saibam, descobri que não estou me sentindo um mosaico abstrato, sou um. Sou múltipla, antagônica, triste por pequenos espaços de tempo, feliz com a vida. Vagueio pelas letras e as músicas, me vejo em letras do Nando, vejo um pouco da minha  realidade nas musicas do Humberto, e por ai vai, tantas letras e canções  lindas, com um pouco de todos nós. Na verdade somos únicos e parecidos, uma unidade de corpo mas com ligações tão misteriosas que a ciência e as religiões tentam desvendar. Somos um e todos, basta ver um show de um cantor e olhar nas fisionomias das pessoas, se identificando com a musica. Tantas coisas em comum e tantas separações, tantas divagações, crenças, convicções... Hoje, creio nesse exato minuto, e agradeço imensamente a Deus por estar exatamente aqui, por tudo de bom e pela capacidade que Ele me deu de superar o que não foi tão bom.
Bom agora, vou para o meu futuro, sair e estar gente que amo muito, que fazem esses meus minutos valerem a pena.
Um beijo para meus seguidores e visitantes, tenham um lindo final de semana!

Mensagens Para Orkut - MensagensMagicas.com
stars

Hoje estou assim...um mosaico abstrato.


Mosaico Abstrato
                                           Nando Reis


Todo sonho é feito de estilhaços
Do que o olho crê
Que a imagem
Faz no espaço,
E o tempo encontra
No ar que passa
Invisível,
Peso e cor
Todo encontro é o jeito do acaso
Achar no sonho
Uma miragem
Onde o oásis
Água inventa
O mar do nada é
Impossível
Erro e dor
E o que estava longe está aqui
dentro e tão perto
De um jeito tão certo que só cabe mesmo em mim
Beijo e abraço
No tempo que passa
Lento e à jato
No gesto que toca
A gente na alma
No modo, dois jeitos
Mas diferentes
É que somos
Iguais
Livros lidos
Discos preferidos
Filmes vistos
Sempre
Um
Sinal
Indo e vindo
vivo ouvindo
O instinto
Mesmo quando
Eu não entendo nada
Eu não entendo nada
E eu não entendo nada
Só o que diz
O lábio no beijo
No sopro
A paixão



quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Clique Aqui e veja mais imagens "Alguma coisa me diz 
que coisas grandiosas estão por vir. 
Por isso abro meu cor
ação pra alegria,
pra vida e pro sol que acaricia e não machuca…
E é nesse estado de gratidão e contentamento
que qualquer pensamento negativo
que eventualmente surja,
morrerá de inanição."


                                                                                                                 Marla de Queiroz
                     

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Texto de um amigo , Aquiles Marchel , muito talentoso!!! http://pensandomaleudisse.blogspot.com/



CARAS COMO EU.....

 

 Quando acordo de manhã e penso  que vou ter que ir trabalhar me passa muitos pensamentos na cabeça: um deles é que sou um grande filho da puta que faz uma coisa que nunca sonhou mas se deu por satisfeito.
 Quando fico com uma garota legal e tento de todas as formas não criar expectativa ,mas crio mil fantasias confirmo: sou um grande filho da puta carente.
 Quando fico triste com as notícias da televisão e absorvo as dores do mundo ferindo meu coração pondero: em que mundo vivemos e por que o caos me deprime se a tendência natural de tudo é ir em direção a ele?


 Me apego as pessoas que demonstram paixão...paixão as coisas, as idéias e as pessoas.Você pode defender seu ideal ridículo, suas crenças sem fundamento mas ser passional ao defender o que faz parte do que você acredita me atrai e isso me torna um filho da puta sem senso crítico.
 Amo demais, fico feliz demais, me magoou demais,demais todas as coisas me retorcem e me contorcem e me transformam e as pessoas que amo fazem parte de mim, e cada indivíduo que me toca durante o dia compartilha algo que de certa forma me torna o homem  que sou.
 As mulheres...ah as mulheres....o que sou eu senão a soma de todas as paixões que vivi, de todas que apenas sonhei? Nos corpos que possuí a metamorfose foi violenta; nunca sou o mesmo entre uma transa e outra; as cores mudam, os objetos são outros e meu deus maior minha salvação amanhecem na minha cama, no meu sofá , no meu chão. Meus demônios supremos acordam, na minha cama, no meu sofá, no meu chão.


Quanto tempo perdido correndo atrás de coisas que não valem nada, as estradas me confundindo, me achando diferente por julgar receber sinais distantes que me guiavam por um caminho que seria grande: isso me faz um grande filho da puta sonhador.


Vejo o mal e aceito tal como ele é, já fui complacente com assassinatos e entendi os suicidas e isso poderia fazer de mim um cético? Não sei...eu quis muito tudo e fui atrás, e sem concessões amo o que posso amar, sigo passos em direção ao fundo, um túnel sem luz visível mas que talvez possa me salvar,um caminho sem a luminosidade que pode cegar.


 Não tento prever o futuro e não tenho mais medo de meus momentos medíocres. Entendo meu estado humano,minha miserável limitação para o amor, para a fé e para o desconhecido.


Agora faço o mais difícil, o que sempre foi minha resistência: dar tempo ao tempo, nesse momento desisto de lutar contra ele, de querer ser deus. Talvez agora tudo doa menos, menos dramaticidade nas coisas simples, continuo na essência entregue ao apego pelo mundo e o amor das mulheres.

http://pensandomaleudisse.blogspot.com/
Indicação de um amigo...Gostei Aquiles!




Desilusão ou Libertação

Vamos refletir a respeito da palavra, “desilusão”. Sei que ela é uma palavra feia e que ninguém gosta de se desiludir. Mas você já parou para pensar que ela, a desilusão, nada mais é do que uma grande libertação? Significa que você tinha se iludido, estava vendo as coisas ou as pessoas de uma forma que não condizia com aquilo que você esperava e que a fantasia chegou ao fim, deixando você livre para procurar em terrenos mais férteis. e que você está vivendo, viveu ou viverá em breve alguma forma de desapontamento, que pode se manifestar como um desejo que não se manifestou ou alguma perda específica. Qualquer pessoa que tenha vivido um pouco sabe o quanto situações assim doem. Todavia, dói mais ainda não reagir. E reagir significa se implicar no processo, parando para pensar em como nós mesmos criamos estas situações fantasiosas que tanto nos chateiam depois. Evite terminantemente colocar a culpa nos outros. Na maioria das vezes, ninguém nos engana. Somos nós que não vemos o que está na nossa cara ou preferimos não ver porque a fantasia é mais gostosa. E, mais importante: não permita que este momento perdure em sua existência como ressentimento, mágoa ou comportamento de vítima.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Sting - Every Breath You Take

Se eu  fosse fazer uma lista das musicas que eu gostaria que cantassem para mim, essa com certeza estaria entre elas...

Passado...PRESENTE...futuro

"A mente do ser humano está sempre tentando fazer duas coisas impossíveis. Uma é reformular o passado - ninguém consegue fazer isso. O passado já aconteceu. Você nunca consegue realmente voltar ao passado. Esse é um dos objetivos impossíveis da humanidade e o ser humano sofre muito por causa dele. O passado não existe mais, por isso não é possível reformula-lo.
          A segunda ideia impossível  que sempre dominou a humanidade é determinar o futuro - o que também não pode ser feito. Futuro é tudo aquilo que ainda não existe, não é possível detgermina-lo. Não dá para definir o futuro, ele está sempre em aberto.
          O futuro é potencialidade pura; antes que aconteça você não pode ter nenhuma certeza a respeito dele. O passado é realidade pura;já aconteceu. Agora já não se pode fazer mais nada a respeito. Entre os dois está o homem no presente, sempre pensando nas impossibilidades. Ele quer que tudo de certo no futuro, amanhã - isso é impossível. Deixe que essa verdade fique impressa no fundo do seu coração: isso é impossível! Não perca tempo tentando fazer com que o futuro seja como você você previu. Futuro é sinônimo de incerteza; essa é a essência dele. E também não perca tempo olhando para trás. O passado já aconteceu é um fenômeno morto. Não há nada que se possa fazer a respeito. O máximo que você pode fazer é interpreta-lo de outra forma, isso é tudo"
                                                                         Sábias palavras de Osho 

George Harrison-Give Me Love (Give Me Peace On Earth)