Loading...

sábado, 26 de novembro de 2011

...conhecer a vós mesmos...


“Jesus disse: ‘Se aqueles que vos guiam disserem, ‘Olhem, o reino está no céu’, então, os pássaros do céu vos precederão, se vos disserem que está no mar, então os peixes vos precederão. Pois bem, o reino está dentro de vós, e também em vosso exterior. Quando conseguirdes conhecer a vós mesmos, então sereis conhecidos e compreendereis que sois filhos do Pai vivo. Mas se não vos conhecerdes, vivereis na pobreza e sereis essa pobreza.’”
O evangelho de Tomé 


Qual opinião prevalece,a sua??? da Mídia????do poder vigente??? as noticias que nos são passadas são as que "eles" querem que saibamos, somos manipulados por informações e noticias "trabalhadas", "meias verdades",realidade maquiada.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Quando essa tristeza nos surpreende, colocamos nomes nela, preenchemos esse abismo que somos com nossas desilusões, e nem percebemos que essa procura por alguém, passa primeiro por nós. Quem somos...quem...colocamos nomes, rótulos, e em nossa cegueira deixamos de ver que primeiro temos que saber de nós para podermos nos apresentar ao outro. 

Ainda não descobri porque tenho tanta fé no ser humano!
Porque ainda acredito que deve existir alguma pessoa que pense que a sinceridade, o carinho, o cuidado, enfim que o amor se sobreponha a tudo,
Não entendo tantos jogos, manipulações, mentiras, grandes e pequenas, isso cansa tanto!!! Cansa quem mente e cansa quem escuta a mentira.
Meu pai, de quem tenho muitas saudades, e que não era santo, dizia que ser malandro dava muito mais   trabalho do que ser honesto. E isso é uma verdade relativa, uma mentirinha leva a outras para justificar a primeira e por ai vai, cansando a todos.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Amar sem saber exatamente o que vai acontecer, amanhã, daqui a meia hora...sem apegos, sem temporalidade...sem saber se te amam, sem querer saber. Ainda  amo, sem tempo, sem data, sem expectativas, simplesmente amo.
Ainda insisto e persisto em acreditar, e amar, e mesmo com os desacertos, não perder a essência disso tudo. Sim, é difícil, estamos sempre precisando de carinho, de afeto mas temos que aprender a não sofrer quando a fonte desses sentimentos seca, afinal, afeto tem que nascer livre e se não for assim, é melhor abrir os braços e deixar ir embora.
 È ai que sabemos se é amor, quando ainda olhamos para dentro de nós e o coração apesar da dor ainda pulsa

domingo, 6 de novembro de 2011

Que idade eu tenho? Pra falar a verdade varia muito. Tem dias que eu tenho 5. É quando eu fico boba, faço perguntas idiotas e fico rindo por tudo. Tem outros que eu tenho 16. Me dá vontade de fazer tudo o que eu quero, na hora que eu quero, e porque eu quero. Foda-se. Em alguns, eu tenho 30. Sei lá, dá uma vontade de ser responsável pelo menos por um segundo. E também tem uns dias que eu tenho 98. É quando eu passo o dia todo deitada na cama, com a maior preguiça do mundo. Só respiro porque, né?
Então agora me diga. Você ainda vai ter coragem de julgar alguém pela idade?

sábado, 5 de novembro de 2011

Tempo



‎"Hoje o tempo escorre das nossas mãos..."

Tempo presente tão difícil de aproveita-lo integralmente, até quando seremos passageiros do ontem e do amanhã?

Dias de não sei...

Tem dias que não sei...as vezes muitos, um não sei de tudo que escapa, sem explicações ou justificações. Parece que a alma tá procurando uma razão para estar aqui...parece uma pausa de vida, um buraco negro. 
Pode ser que isso surja quando fazemos uma faxina de emoções, de sentimentos que faziam a alma se oprimir, e de repente, lá, naquele espaço antes preenchido por esperas, por anseios de palavras que nunca foram ditas, agora está vazio, ou melhor voltou a ficar como era antes, um lugar lindo, onde só pode ser preenchido por mim mesma, pelo meu amor, a mim mesma.