Loading...

domingo, 11 de setembro de 2011

Uma escritora jovem e talentosa , Tarcila Santana.


‎"Acordamos tão empolgados, esbanjando ‘’bom dia’’ e logo vem algo encarregado de nos entristecer. E você, demasiado humano se deixou cortar o desejo pelo domingo de festa; Faz-nos respirar fundo e soltar um baixinho “ah... vida real...”; um pensamento de “Acorda! Na pratica a matemática não é tão exata”. Daí se vai os sonhos, anseios, desejos e o que era prioridade, agora, toma um lugar antes desconhecido. A resposta vira pergunta que nem Freud explica. Chegamos à conclusão de que não se pode amar ao próximo sem antes amar a si mesmo – posteriormente não havendo entendimento, me torno uma pessoa egoísta em matéria, já que sempre amei demais, agora vejo amando-me para poder amar o outro, e depois de me amar, não sobra pra ninguém. E tudo vira essa eternada roda relativa. E tudo, exatamente TUDO, vai bem mais além do ponto que achamos ser final."
                                                             (Tarcila Santana)

2 comentários:

  1. É de grande valia ter algo meu em seu blog. Agradeço pela inspiração que me foi transmitida por ti .
    Abraços!

    ResponderExcluir