Loading...

segunda-feira, 28 de março de 2011

Ontem o dia me pareceu estranho...
 mas sei que eu estava estranha.
Uma sensação estranha, um sentimento estranho.
Nem alegre, nem triste simplesmente estranho.
Passou o dia chegou a noite, e tudo continuou estranho.
Aconteceram coisas estranhas...
Estranho como a vida, como a morte.
Como as pessoas, que bagunçam tudo,
transformando o que é simples em coisas estranhas.
Espero acordar sem essa estranheza, sem esse não sei o que.
Quero acordar e saber o que estou sentindo, e ver tudo com olhos de simplicidade.
Estranho dia, estranho mundo com gente estranha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário