Loading...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Amar sem saber exatamente o que vai acontecer, amanhã, daqui a meia hora...sem apegos, sem temporalidade...sem saber se te amam, sem querer saber. Ainda  amo, sem tempo, sem data, sem expectativas, simplesmente amo.
Ainda insisto e persisto em acreditar, e amar, e mesmo com os desacertos, não perder a essência disso tudo. Sim, é difícil, estamos sempre precisando de carinho, de afeto mas temos que aprender a não sofrer quando a fonte desses sentimentos seca, afinal, afeto tem que nascer livre e se não for assim, é melhor abrir os braços e deixar ir embora.
 È ai que sabemos se é amor, quando ainda olhamos para dentro de nós e o coração apesar da dor ainda pulsa

2 comentários:

  1. lindo lindo lindo
    salvo ns rascunhos ja
    amei viu jane
    e me visite bjão

    ResponderExcluir